ACIP Passos

Comércio espera início de uma retomada gradual até o fim de 2019

A retomada do comércio em Minas Gerais pode não ser uma realidade muito distante. No Dia do Comerciante, celebrado ontem, especialistas avaliam...

Postado 17/07/2019

 

Por

 Ana Carolina Dias Schenk / DIÁRIO DO COMÉRCIO

A retomada do comércio em Minas Gerais pode não ser uma realidade muito distante. No Dia do Comerciante, celebrado ontem, especialistas avaliam que este ano tem sido de uma melhora gradual do setor, que ainda depende principalmente da recuperação da confiança e do emprego para apresentar um crescimento relevante.

O economista-chefe da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio-MG), Guilherme Almeida, contextualiza que o setor é dependente do movimento do consumo familiar e, por atuar na ponta, o bom desempenho do comércio está diretamente associado aos indicadores macroeconômicos relacionados à demanda das famílias.

A lenta recuperação do emprego tem afetado os resultados do setor e, para Almeida, a única maneira de acelerar essa recuperação tanto no Brasil quanto em Minas Gerais é por meio da retomada dos investimentos produtivos. Já os indicadores de preço e juros estão em movimentos favoráveis, com inflação abaixo da meta do Banco Central, resultando no ganho orçamentário para as famílias, e a taxa de juros Selic na mínima histórica.

“O compasso entre a recuperação dos indicadores de emprego, de preço e de juros é o que dita a retomada do setor do comércio. Os indicadores de preços e juros já estão em movimento de estímulo ao consumo, mas o emprego depende da retomada dos investimentos e ainda está aquém do esperado para gerar uma recuperação mais intensa, principalmente no varejo”, afirma.

Apesar do estímulo ao crédito familiar, que, segundo dados do BC, teve expansão de 9% até maio deste ano, ainda existem pontos de incertezas. A aprovação das reformas da Previdência e tributária, a necessidade de uma abertura econômica do País e a melhoria do ambiente de negócios com redução da burocracia e investimentos em infraestrutura são aspectos estruturais que podem sinalizar a aceleração do crescimento do setor.

“A reforma da Previdência é um fator que o empresário leva em consideração ao formar expectativas de investimentos e sinaliza positivamente ao mercado ao mostrar um comprometimento do governo com as contas públicas. Dessa forma, a confiança desses agentes é afetada de forma positiva a partir da retomada de investimentos”, explica o economista.

Confiança – A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o volume de vendas do comércio varejista cresceu 3,3% de janeiro a maio de 2019.

Na análise do economista da Associação Comercial e Empresarial de Minas (ACMinas), Leonardo Faria, o resultado é sinal de um crescimento gradual do comércio, que ainda depende do aumento da confiança e das reformas estruturantes.

Para ele, a aprovação da reforma da Previdência é fundamental, uma vez que vai estimular os empresários a investirem mais, além de gerar fluxo de investimentos estrangeiros no País tanto no mercado financeiro quanto na economia real.

“A confiança vai vir do aspecto macroeconômico, como a aprovação da reforma da Previdência. Isso ajuda na geração de emprego e, consequentemente, alavanca o consumo, beneficiando o comércio. Já tivemos indicadores melhores, mas o atual não é o pior como aconteceu no ápice da crise”, destaca.

Outro sinal que pode beneficiar o setor é a queda da projeção para a Selic de 5,75% para 5,50% segundo Relatório Focus divulgado no início da semana.

“Esse estímulo monetário pode ampliar o mercado de crédito com taxas de juros menores e estimular tanto os investimentos quanto o consumo, que são extremamente importantes para o comércio”, comenta.

Necessidade de mudanças – Com uma avaliação um pouco menos otimista em relação ao desempenho do comércio neste ano, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo de Souza e Silva, acredita que ainda é necessária uma mudança expressiva no ambiente de negócios.

Ele destaca que, até o meio do ano, a perspectiva era de aprovação das reformas da Previdência e tributária, além do início da desburocratização e da simplificação de processos, o que atrairia investimentos tanto internos quanto externos.

“Começamos o ano esperançosos na melhoria do cenário com as possibilidades dos governos nacional e estadual. Hoje, estamos com expectativas bem menores, porque ainda estamos no caminho para aprovar as reformas”, afirma.

Outra previsão que passou por revisão foi o crescimento do comércio na Capital. No início de 2019, a expectativa era de um crescimento anual de 2% a 3% e, segundo Silva, deve chegar somente a 1,5%.

“Precisamos que o Executivo volte a ser um grande incentivador das atividades e da economia do nosso Estado. Belo Horizonte é uma cidade que vive especialmente de comércio e serviços e, se não tivermos movimentação nessas atividades, fica difícil a cidade retomar o crescimento”, conclui.

 

COMÉRCIO APOSTA FICHAS EM DATAS COMEMORATIVAS

As datas comemorativas do segundo semestre fazem com que esse seja um período fundamental para o desempenho do comércio varejista. A tendência de que o aumento de oportunidades de negócios seja convertido em mais faturamento faz com que os comerciantes mineiros estejam otimistas para o semestre, conforme aponta pesquisa da Fecomércio-MG.

Os dados mostram que 74% das empresas do comércio varejista mineiro esperam vendas melhores no segundo semestre em comparação com os seis primeiros meses deste ano.

Além disso, na opinião de quase 70% dos empresários, as vendas na segunda metade de 2019 tendem a ser superiores em relação ao mesmo período do ano passado.

Os segmentos mais confiantes para o período, segundo o levantamento, são de tecidos, equipamentos e materiais para escritório, informática e de comunicação (90%) e móveis e eletrodomésticos (77,3%).

O economista-chefe da Fecomércio-MG, Guilherme Almeida, ressalta que, além do fator sazonal, a injeção de recursos do 13º salário e as oportunidades temporárias de emprego que acontecem no final do ano também injetam mais renda na economia e parte desse recurso é direcionado ao consumo.

“O segundo semestre historicamente é mais propício para as vendas do varejo, que tende a apresentar desempenho mais favorável em decorrência das datas comemorativas que exercem uma sazonalidade para o setor”, destaca.

Para o segundo semestre, considerando a aprovação das reformas da Previdência e tributária, o presidente da CDL-BH, Marcelo de Souza e Silva, acredita na possibilidade de um cenário melhor.

 

“Além das datas comemorativas do segundo semestre, precisamos provocar essa movimentação do comércio de forma diferenciada, com liquidações e atrativos para o consumidor, e aguardar a Black Friday e o Natal”, diz.

Crédito foto: Alisson J. SIlva

Matéria original publicada em: http://diariodocomercio.com.br/sitenovo/comercio-espera-inicio-de-uma-retomada-gradual-ate-o-fim-de-2019-em-mg/

Prefeitura autoriza reabertura do comércio
Prefeitura autoriza reabertura do comércio
O Decreto Municipal número 238, de 8 de abril de 2021, autoriza a reabertura do comércio em geral a partir da próxima segunda-feira (12), em Passos...
Governador Romeu Zema anuncia onda roxa em todo o estado
Governador Romeu Zema anuncia onda roxa em todo o estado
MAIS RESTRITIVA: Anunciada na última segunda-feira (15/03), medida visa conter a disseminação da Covid-19 e, a princípio, terá validade por 15 dias...
CAMPANHA NATAL 2020: ACIP entrega carro para ganhadora
CAMPANHA NATAL 2020: ACIP entrega carro para ganhadora
A ACIP entregou na tarde desta sexta-feira, 5, um Fiat Mobi zero quilômetro para a ganhadora da campanha 'Natal ACIP 2020. O Natal da Esperança!'...
Comércio de Passos funcionará normalmente no Carnaval
Comércio de Passos funcionará normalmente no Carnaval
FERIADO DE "CARNAVAL" ESTÁ SUSPENSO! E o comércio de Passos abrirá normalmente nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro...
Decreto: PMP autoriza reabertura do comércio em Passos
Decreto: PMP autoriza reabertura do comércio em Passos
Em novo decreto, Passos permanece na Onda Vermelha do 'Minas Consciente' relativa aos fatores das atividades econômicas liberadas para o funcionamen
Minas Consciente: comércio, eventos e hotéis são liberados na onda vermelha
Minas Consciente: comércio, eventos e hotéis são liberados na onda vermelha
Fase mais rígida é flexibilizada na 3ª versão do programa, que rege as atividades econômicas em Minas Gerais durante a pandemia; mas haverá restrições
Moradora de Cássia ganha carro no sorteio da ACIP
Moradora de Cássia ganha carro no sorteio da ACIP
Soraya Castaldi Arantes, moradora de Cássia, foi a feliz ganhadora da campanha 'Natal ACIP 2020. O Natal da Esperança!', promovida pela ACIP...
Natal ACIP 2020: Sorteio do carro será dia 14
Natal ACIP 2020: Sorteio do carro será dia 14
A ACIP realiza na próxima quinta-feira, 14, o grande sorteio da campanha 'Natal ACIP 2020. O Natal da Esperança!'. O evento está marcado para às 14h
Renato Mohallem é homenageado pela Federaminas
Renato Mohallem é homenageado pela Federaminas
Para fechar 2020 com chave de ouro, no último mês de dezembro o presidente da ACIP, Renato Mohallem Santiago, foi um dos homenageados da Federaminas..
Horário especial do comércio inicia dia 14 em Passos
Horário especial do comércio inicia dia 14 em Passos
Com as lojas abertas até 22h, de segunda à sexta-feira, o objetivo é atender a demanda de consumidores que deverão ir em busca dos presentes de Natal.
NATAL: ACIP vai sortear um automóvel 0Km
NATAL: ACIP vai sortear um automóvel 0Km
Este ano a ACIP irá sortear um automóvel 0km para os consumidores do comércio passense na campanha "Natal ACIP 2020 - o Natal da Esperança!"...
ACIP promove 1º debate entre os candidatos a prefeito
ACIP promove 1º debate entre os candidatos a prefeito
O debate vai acontecer no auditório da AMEG, com transmissão ao vivo pela Web TV Passos e pelo facebook da ACIP. Todos os candidatos foram convidados
Parceria Uniodonto e ACIP para você empreender sorrindo
Parceria Uniodonto e ACIP para você empreender sorrindo
Buscando sempre inovar e trazer melhorias para os empreendedores, a Uniodonto Passos e a ACIP se juntaram para levar à sua empresa muitos sorrisos...
BDMG reabre linha de crédito Pronampe
BDMG reabre linha de crédito Pronampe
Mas atenção, os recursos e prazos são limitados. Portanto não perca tempo e faça sua solicitação o mais rápido possível...
COVID-19: Acip, CDL e SindPass doam 10 mil máscaras ao município
COVID-19: Acip, CDL e SindPass doam 10 mil máscaras ao município
Foram adquiridas 10 mil máscaras, com recursos próprios, e doadas ao município para serem distribuídas e reforçar as medidas de combate à Covid-19...
ACIP e CDL firmam parceria com Sebrae para apoiarem empresas vulneráveis em Passos
ACIP e CDL firmam parceria com Sebrae para apoiarem empresas vulneráveis em Passos
O objetivo é oferecer gratuitamente estratégias para micro e pequenas empresas enfrentarem a crise gerada pela covid-19
Decisão da Câmara afeta comerciantes e comissionados
Decisão da Câmara afeta comerciantes e comissionados
Por 7 votos a 2, a Câmara Municipal de Passos rejeitou o projeto de lei do Executivo Passense que suspenderia os feriados municipais deste ano...
Dia das Mães ACIP - Sorteios pelo facebook
Dia das Mães ACIP - Sorteios pelo facebook
O objetivo é divulgar as lojas participantes e atrair olhares dos consumidores passenses para esta data tão importante ao nosso calendário comercial..
Prefeitura de Passos autoriza reabertura do comércio; com restrições
Prefeitura de Passos autoriza reabertura do comércio; com restrições
Após 22 de fechamento do comércio local, a Prefeitura Municipal de Passos decreta o retorno das atividades a partir do dia 13 de abril, com restrições
Comunicado ACIP - Envio de boletos
Comunicado ACIP - Envio de boletos
A partir de hoje estará sendo feita a entrega dos boletos referente à contribuição mensal estatuária e relativo aos planos de saúde e odontológicos...
© 2017 ACIPASSOS . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.